Notícias

Ano letivo arrancou no Algarve

O Primeiro-Ministro António Costa e o Ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, acompanhados pelos secretários de Estado Mariana Vieira da Silva, Alexandra Leitão e João Costa participaram na cerimónia de abertura do Conservatório de Música de Loulé, situado no renovado Solar da Música Nova, a qual marcou o arranque oficial do ano letivo 2018/2019 no Algarve.

Na ocasião, o Primeiro-Ministro António Costa reiterou que o papel da escola «não é só ensinar a ler, a fazer contas, onde nascem os rios ou como se formam os fenómenos geológicos», sendo função fundamental do Estado formar cidadãos livres, recordando que a maioria dos alunos que frequentam atualmente o sistema de ensino vão exercer profissões «que não foram sequer ainda inventadas», pelo que a escola deve criar cidadãos para o futuro.

Resultante de um investimento do Município de Loulé no montante de 2,8 milhões de euros, este será o primeiro conservatório público de música localizado a Sul de Lisboa e terá capacidade para 400 alunos, nos regimes de ensino articulado e supletivo, tendo o Ministro da Educação sublinhado que a música e o ensino artístico são «absolutamente essenciais» no panorama educativo, ficando o Estado responsável pela colocação de professores e pela articulação entre as escolas da região e o Conservatório de Música de Loulé, o qual constitui um «importante reforço na coesão social e territorial».

Neste ano letivo, será lecionado, em Loulé, o ensino público especializado de música ao 2º e 3º ciclos e ao secundário a cerca de 300 alunos de escolas, não só da cidade de Loulé, como de todo o concelho.

O edifício histórico do centro da cidade de Loulé também irá albergar a sede da Sociedade Filarmónica Artistas de Minerva e a Escola de Música desta associação, sendo particularmente relevante a sua inauguração e entrada em funcionamento quando comemoramos o Ano Europeu do Património Cultural.