Europe Direct

A nova Comissão Europeia toma posse a 1 de novembro

Ursula von der Leyen será a nova Presidente da Comissão Europeia e a primeira mulher neste cargo 40 anos após Simone Veil ter sido eleita a 1ª mulher e única até ao momento Presidente do Parlamento Europeu. A eleição decorreu ontem em Estrasburgo, por voto secreto, e a alemã obteve um resultado à tangente: 383 votos a favor e 327 contra (22 abstenções e 1 nulo).

Em Setembro, os Estados-membros indicarão nomes para integrar a Comissão. No mês de Outubro haverá escrutínio e audição dos candidatos a comissário.O Parlamento Europeu (PE) terá  de aprovar a Comissão no seu todo (presidente, comissários indigitados, Alto Representante da UE para os Negócios Estrangeiros), o que deverá acontecer na sessão plenária de 21 a 24 de outubro. O mandato de Ursula von der Leyen, que terá uma duração de cinco anos, deverá começar no dia 1 de novembro.

Na sua campanha procurou atrair todos os quadrantes políticos, defendendo propostas como por exemplo, uma Europa de neutralidade carbónica em 2050, mais tempo para concretizar o dossier Brexit, e paridade total, a começar pelo colégio de comissários mas, também, a criação de um subsídio de desemprego europeu e de um sistema europeu de asilo comum, a cobrança de taxas sobre multinacionais tecnológicas, atribuir o triplo do orçamento ao programa Erasmus e a realização de uma conferência sobre o futuro da Europa entre 2020 e 2022.

Agenda estratégica 2020-2014